Joelhos na Infância

Desenvolvimento dos joelhos na infância

Os joelhos são formados pelo fêmur distal, tíbia proximal e patela, sendo nesta articulação o local que os pais mais observam as modificações de alinhamento com o crescimento.
Os membros inferiores das crianças apresentam desenvolvimento característico e na maioria das vezes observamos modificação fisiológica do seu alinhamento, as quais destacamos:

O joelho varo (Genu Varo) é caracterizado pelo arqueamento das pernas. Observamos que os joelhos se afastam.

O joelho valgo (Genu Valgo) é caracterizado pela aproximação dos joelhos entre si (joelho em tesoura).

Genu Varo e Valgo
Genu Varo e Valgo

Ao nascer o joelho da criança é varo (pernas arqueadas) e a medida que cresce, seus membros inferiores tendem a alinhar-se, diminuindo o arqueamento, que de forma natural e espontânea corrigir-se-á nos próximos meses, tornando-se neutro (alinhado) por volta de 18 meses a dois anos de idade em média.
A partir dos dois anos de idade a deformidade pode inverter-se e passa a ser chamada de joelho em tesoura – genu valgo –forma fisiológica na faixa etária de 2 a 4 anos. Por volta dos 4- 5 anos a deformidade corrigirá de forma natural e progressiva. Aos 7 anos de idade o alinhamento estará neutro ou com leve valgo que é esperado no desenvolvimento normal dos membros inferiores.

Joelhos

Quadro clínico

  • Alterações na marcha (dificuldade de correr, instabilidade patelar, etc)
  • A longo prazo, pode ocorrer degeneração articular precoce (principalmente nos casos de genu varo).
  • Desconforto estético Diagnóstico

Diagnóstico

Avaliação clínica e exames complementares de imagem, como a radiografia.

Diagnóstico Diferencial

No genu varo o diagnóstico diferencial consiste em diferenciar o alinhamento fisiológico do patológico (Doença de Blount, osteopatias metabólicas, raquitismo, acondroplasia, displasias esqueléticas, dentre outras).

Tratamento

Acompanhamento clínico, pois para cada idade existe uma angulação normal para os joelhos e aos 7 anos a maioria das deformidades corrigem naturalmente sem intervenção.
Nos casos em que a deformidade for patológica a avaliação clínica e radiológica indicarão a melhor conduta (conservadora ou cirúrgica).

Orientações Gerais

Se o alinhamento dos membros inferiores do seu filho apresentar alterações procure o ortopedista pediátrico para avaliação e esclarecimento de dúvidas.